Loading...

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

2ª. série EM – gabarito do módulo A nova ordem política e econômica: a divisão internacional do trabalho

2ª. série EM – gabarito do módulo A nova ordem política e econômica: a divisão internacional do trabalho




Tópico 1

p. 8 – 1) O aluno deve apontar a oposição entre o internacionalismo, com o qual se identificavam a burguesia e o proletariado, e o nacionalismo, defendido pelas camadas médias.



p. 9 – 2 ) D

3) 0 aluno deve indicar que se tratava da zona de livre comércio estabelecida entre Prússia e Hesen. Na atualidade, os blocos econômicos também se caracterizam como zonas de livre comércio entre os países-membros, embora o contexto capitalista de hoje seja muito mais complexo do que no tempo em que Prússia e Hesen firmaram aquele acordo.



4) Na Itália, a unificação teve participação de setores populares urbanos e rurais, embora para estes últimos o processo tenha resultado em frustração porque não houve divisão das terras, como esperavam. Na Alemanha, o processo foi realizado por parte da elite, sem a participação popular, e, sobretudo, caracterizou-se por seu aspecto militar.

Tópico 2

p.15 – 1) 0 aluno deve indicar as diferenças básicas. Norte: pequenas propriedades rurais, manufatura, trabalho livre, desenvolvimento do comércio e do mercado interno, formação de uma elite que tinha o objetivo de industrializar o país. Sul: grandes propriedades, monocultura voltada à exportação, trabalho escravo, formação de uma elite rural escravista e conservadora.



2 ) As principais transformações econômicas foram a grande ampliação territorial e o crescimento do setor industrial nos estados do Norte.



p. 16 – 3) Como os demais países, os Estados Unidos precisavam optar pelo bloco em que ingressariam no contexto da divisão internacional do trabalho: enquanto os estados do Sul queriam fazer parte do bloco dos países produtores e fornecedores de produtos agrícolas e de matérias-primas, os estados do Norte queriam ingressar no bloco dos países industrializados. A vitória do Norte na Guerra de Secessão determinou a inclusão dos norte-americanos no segundo grupo.



4) C



Tópico 3

p. 29 – 1) A divisão internacional do trabalho significou a divisão da economia mundial em dois segmentos: os países industrializados, produtores de bens de consumo e exportadores de capitais; e os países cuja economia depende da produção agrícola ou mineral, exportadores de produtos primários e que oferecem um mercado de mão-de-obra abundante e barato.

2) Internamente prevaleceram os interesses da elite agrária, que não queria perder a hegemonia política e os lucros provenientes da ex¬portação agrícola. Os interesses externos eram os dos países imperialistas, que precisavam da complementaridade econômica oferecida pelos países pobres.

3) a) Doutrina Monroe.

b) Essa doutrina pregava o lema "A América para os americanos"; seu principal objetivo era impedir a recolonização da América pelas metrópoles européias e permitir a intervenção militar dos Estados Unidos nos países latino-americanos.

4) D

5) É uma teoria criada nos Estados Unidos que defende a ideia de que "os norte-americanos foram escolhidos para governar toda a América". Na realidade, essa doutrina foi criada e difundida por motivações econômicas ligadas à corrida das potências mundiais pelo controle dos mercados.

6) Hearst praticamente criou o ambiente necessário para a eclosão da guerra ao influenciar a opinião pública norte-americana contra os espanhóis, utilizando artifícios como a criação de fatos inexistentes e versões deturpadas de alguns acontecimentos.



Tópico 4



p. 50 – 1) Como a missão de levar civilização para os povos que eles consideravam selvagens.

2) C

3) D

4) D

5) A Inglaterra provocou a Guerra do Ópio para ter uma justificativa de atacar militarmente a China e obrigar o governo imperial a aceitar a presença dos capitalistas ingleses no território chinês. Depois de vencer a guerra, a Inglaterra passou a vender ópio em grande quantidade aos chineses, o que se transformou numa poderosa arma de dominação, já que grande parte da população tornou-se dependente da droga e foi condenada à submissão química.

6) C





Nenhum comentário:

Postar um comentário